InícioBlogPortalFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 ´´...alguém que andava no campo viu um centauro, sangrado...´´

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mestre Splinter
Administrador
Administrador
avatar

Número de Mensagens : 319
Idade : 41
Localização : Pampa
Reputação : 0
Pontos : 3550
Data de inscrição : 28/02/2008

MensagemAssunto: ´´...alguém que andava no campo viu um centauro, sangrado...´´   Ter Mar 11, 2008 6:51 am


Certamente que há coisas que, p'ra quem nunca teve ou testemunhou a vivência de campo, sempre será dificil de assimilar...

...o respeito conseqüente da compreensão de que o homem e a natureza são algo único e indissolúvel, e por isso interdependentes, vem à ser uma destas coisas... e a devoção ao cavalo é a mais exata manifestação desse sentimento...

...fala-se da exagerada ''xucreza'' do campesino sulista, e até n'uma tal de ''bestialidade''...
...brincamos muitas vezes, é verdade que nós próprios gostamos de contar os famosos causos de ''barranqueadas'' de algum qüera mais ''afoito''...

...e também é verdade que sempre houve domadores maulas (me digam onde não hay gente ruim?), mas esses próprios sabem que não valem um xergão, muito menos o lombo que os carrega...


...deixo p'ra vocês um dos mais belos temas compostos em homenagem ao eterno companheiro do güasca, o estimado amigo pingo...

Florêncio Guerra, de Luiz Carlos Borges e Mauro Ferreira, pelos próprios...


Florêncio afiou a faca,
para sangrar seu cavalo...
Florêncio afiou a faca,
para sangrar seu cavalo...


Florêncio guerra das guerras
do tempo em que seu cavalo
pisava estrelas nas serras
p'ra chegar antes dos galos...

Florêncio afiou a faca
pensando no seu cavalo...
Florêncio afiou a faca
pensando no seu cavalo...


Parceiro pelas lonjuras,
na calma das campereadas...
Um barco em tardes serenas,
e um tigre numa porteira,
pechando boi pelas primaveras
sem mango
sem nazarenas...

Florêncio afiou a faca,
para sangrar seu cavalo...
Florêncio afiou a faca,
para sangrar seu cavalo...


O patrão disse a Florêncio
que desse um fim no matungo:
''-Quem já não serve p'ra nada
não merece andar no mundo!''
A frase afundou no peito
e o velho não disse nada,
e foi afiar uma faca
como quem pega
uma estrada...

Acharam Florêncio morto
por cima do seu cavalo.
Alguém que andava no campo
viu um centauro, sangrado.

Caídos no mesmo barro,
voltando p'ra mesma terra
que deve tanto ao cavalo
de tanto Florêncio Guerra!...

Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.agoraerock.com
 
´´...alguém que andava no campo viu um centauro, sangrado...´´
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Alguém tem notícias do Andy?
» importar tem riscos?
» Alguém quer objects v3 ou v1?
» Alguem ja comprou pela loja Angolz
» Cinza Boeing

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Agora é Rock! :: Atávico Pampa :: Leitura :: Poesias-
Ir para: